• Ultimas Notícias

    Iêda Oliveira realiza intervenção artística na cidade de Mutuípe


    A cidade de Mutuípe, no Vale do Jiquiriça, foi presenteada no último dia 10 de agosto com a Intervenção artística “Com a Cabeça nas Nuvens” da Artista Visual Iêda Oliveira. A ação, percorreu várias ruas da cidade e adentrou a feira municipal. O projeto foi premiado no edital Periferias e Interiores promovido pela FUNARTE (Fundação Nacional de Arte) e teve o apoio da Casa de Cultura de Mutuípe.
    A intervenção teve como principal objetivo a troca de experiências entre a artista e público, dentro de um experimento estético que serviu de instrumento concreto para interligar pessoas e grupos, e ao mesmo tempo propor uma reflexão sobre os estados de consciência, o poder da imaginação e dos sonhos, contribuindo com a troca de saberes e maneiras mais humanizadas de se pensar o “fazer artístico” no momento, conectando o local ao global.
    Como artista propositora” (ou canalizadora de experiências), Iêda vem optando por tais modos operatórios – de atrair e envolver o espectador -, que se firmam em sua produção,  identificando características relevantes que estão conectados com o jogo, as trocas, os desafios e as incertezas; a participação do espectador e a interação convivial e relacional, princípios que tornaram-se dominantes na sua atual poética.


    Iêda também recorre a aspectos ligados à cultura popular: o efêmero, o espontâneo e o lúdico, sempre buscando uma conexão com o espaço público e com a participação de dezenas de pessoas simultaneamente, porque desta forma consegue envolver ativamente o público, ampliar a percepção, retomar memórias, provocar diferentes emoções.
    No fim do trajeto, a artista distribuiu algodão doce de cor branca propondo uma experiência sinestésica de “saborear nuvens”, como também instigando a aproximação e entrega ao diálogo e intercâmbio, fomentando assim um ritual. Em seguida, Ieda Oliveira lançou a pergunta “Que se passa pela tua cabeça neste momento?”. E em pequenos pedaços de papel, os participantes responderam com frases ou palavras que foram colados na parede, formando uma nuvem de palavras, realizando uma breve reflexão avaliativa da intervenção.
    Sobre a artista:
    Iêda Oliveira reside em Salvador, esteve em Mutuípe em 2013 ministrando o Curso de Qualificação Artística em Artes Visuais, e na oportunidade fazendo  intervenções artísticas (Raid das Moças e a Sorte é cega) no espaço da Feira Livre, tendo grande repercussão interativa pelo público. O vídeo dessas intervenções foi exibido na Exposição À Nordeste, no SESC em maio deste ano. Para ela, é sempre uma grande satisfação em realizar suas intervenções artísticas em Mutuípe.

    Fonte; Tribuna do Recôncavo (Reprodução)

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    ad728

    Post Bottom Ad

    ad728